Secretário de Comunicação se recusa a usar máscara em voo e aeromoça é obrigada a intervir

-
Divulgação

O secretário de Comunicação da Presidência da República, Fábio Wajngarten, recusou-se a usar uma máscara de proteção para evitar contaminação pelo novo coronavírus, durante um voo da Gol, de Brasília a Guarulhos, às 19h25 desta quinta-feira (4).

De acordo com a coluna de Guilherme Amado, na Revista Época, outros passageiros começaram a reclamar, e uma aeromoça foi obrigada a intervir e pedir a Wajngarten que colocasse a máscara. O secretário, então, argumentou que não precisava usar por já ter se recuperado de um quadro de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O chefe da Comunicação foi diagnosticado com covid-19 em março, depois de viajar aos Estados Unidos acompanhando Jair Bolsonaro, na comitiva em que 23 pessoas foram contaminadas.

Ainda segundo a coluna, a funcionária da Gol insistiu que a medida era uma norma sanitária. Após o segundo pedido, Wajngarten pegou uma máscara e vestiu.

Procurada pela revista para Wajngarten comentar o caso, a Secretaria de Comunicação da Presidência não respondeu à coluna. (BNews)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui