Sem vencer há cinco jogos e perto de maior jejum na temporada, Vitória recebe o Sampaio Corrêa

Vitória precisa voltar a vencer para não se complicar ainda mais na parte de baixo da tabela — Foto: Pietro Carpi / EC Vitória / Divulgação

O tempo passa, as rodadas na Série B acontecem, e a situação do Vitória fica cada vez mais difícil. Sem vencer há cinco jogos, o time segue na parte de baixo da tabela e mais próximo da lanterna que de qualquer outra briga acima. Para sair desse buraco, é fundamental vencer o Sampaio Corrêa, adversário desta terça-feira, e quebrar a sequência negativa, que pode se tornar a maior na temporada.

Esta é a terceira vez na temporada que o Vitória fica sem vencer durante cinco jogos. Na primeira, somou cinco empates seguidos entre Campeonato Baiano e Copa do Nordeste. Depois, no início da Série B, voltou a entrar em jejum por cinco jogos, desta vez contando Baiano e também Copa do Brasil. Nessas ocasiões, o Rubro-Negro conseguiu o triunfo do alívio no sexto jogo.

Só que, para voltar a vencer, o Vitória vai ter que melhorar a produção no ataque, o 6º pior da competição, com sete gols marcados, e superar uma equipe em grande fase. O Sampaio Corrêa ocupa a 3ª posição e tem a melhor defesa da Segundona, com três gols sofridos em dez partidas.

Por isso, são esperadas mais novidades no time titular de Ramon Menezes. É certo que o treinador vai precisar mudar o meio-campo, já que Pablo Siles está suspenso e deve dar lugar a Bruno Bispo. Mas Ramon não tem economizado nas mexidas no ataque em busca de uma maior eficiência.

A provável escalação do Vitória tem Ronaldo; Cedric, Thalisson Kelven, Wallace e Pedrinho; Gabriel Bispo, João Pedro, Fernando Neto e Bruno Oliveira; David e Dinei.

O Jogo

Vitória x Sampaio Corrêa, 11ª rodada da Série B

Quando: terça-feira, 13 de julho;
Local: Barradão, Salvador;
Horário: 21h30 (de Brasília);
Time provável: Ronaldo; Cedric, Thalisson Kelven, Wallace e Pedrinho; Gabriel Bispo, João Pedro, Fernando Neto e Bruno Oliveira; David e Dinei;
Desfalques: Pablo Siles (suspenso); Raul Prata, Samuel, Vico e Guilherme Rend (machucados);
Pendurados: Bruno Oliveira, Marcelo Alves, Pedrinho e Ramon Menezes;
Arbitragem: Rodrigo José Pereira de Lima apita a partida, auxiliado por Ricardo Bezerra Chianca e Francisco Xavier Bezerra Júnior. O trio é de Pernambuco; a Série B não tem VAR.