Últimas Notícias sobre cães

Foto: Reprodução / TV Santa Cruz

Dois homens foram presos na cidade de Eunápolis, na Costa do Descobrimento, após serem acusados de maus-tratos contra seis cachorros, neste domingo (27). Os animais foram resgatados.

Foto: Leon Neal/Getty Images

A capacidade olfativa dos cães já é nossa conhecida, e eles já são nossos aliados para encontrar drogas e explosivos. Mas o “melhor amigo do homem” também é capaz de farejar algumas doenças, e, recentemente, pesquisadores descobriram que os cães também podem detectar o coronavírus com bastante precisão. Um estudo inglês fez testes com seis cães treinados e descobriu que eles podiam detectar a Covid-19 em roupas usadas por pessoas infectadas com até 94,3% de precisão – identificando corretamente 94 em 100 pessoas infectadas. O teste PCR, o mais preciso que existe, apresenta sensibilidade de cerca de 97%.

Foto: Daniel Luque

Os cães farejadores são capazes de identificar o odor da covid-19 com uma taxa de precisão de até 94%, de acordo com um estudo preliminar da associação britânica Medical Detection Dogs publicado nesta segunda-feira (24).

Foto: Divulgação / PM

Uma jovem de 25 anos, desaparecida há cerca de 15h, em um manguezal, na cidade de Valença, no baixo sul baiano, foi localizada, na tarde desta segunda-feira (22) com ajuda de cães farejadores. A informação é da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA). De acordo com a SSP, além da ajuda das cadelas Kyra e Sura, … continue

Foto: Reprodução

O corpo de um feto foi encontrado na manhã desta quinta-feira (28), em frente a uma residência no Conjunto Habitacional Cidade Nova II, em Santo Antônio de Jesus.

© Shutterstock

Com o treino correto, os cães mais astutos podem detetar até 40 tipos diferentes de bombas, farejar vestígios de drogas, realizar buscas e resgates extensos. Os animais podem, também, identificar doenças e infecções, como o câncer de cólon, a malária e a doença de Parkinson. Agora, um novo estudo sugere que os cães são capazes de sentir o cheiro do SARS-CoV-2 no suor humano.

Foto: Reprodução / Giro em Ipiaú

Dois cachorros foram resgatados após ficarem ilhados devido à elevação do nível do Rio de Contas, em Ipiaú, no Sudoeste. O resgate ocorreu nesta quinta-feira (26). Segundo o Giro em Ipiaú, três canoístas ficaram comovidos com a situação e fizeram o resgate dos cães.

Os cães também reagem ao receber carinho em um dia triste / Foto: Reprodução/Pixabay

Uma pesquisa realizada pela Canine Cottages, no Reino Unido, revelou que a frequência cardíaca dos cachorros aumenta em 46,2% sempre que eles escutam um “eu te amo” de seus donos. A conclusão é que os cães não só entendem, como também reagem ao carinho recebido.

Foto: Divulgação

Em tempos de isolamento social em que se repete tanto a frase “fique em casa”, a polícia pode ter ganhado um aliado em Itacimirim. Um grupo de sete vira-latas circula pelas praias e ameaça atacar os passantes, por vezes concretizando o ataque. Isso tem causado temor nos moradores da área, que indicam pelo menos oito vítimas dos cachorros, duas delas crianças.

(Mrs. Myron C. Taylor/Montagem sobre reprodução)

Grécia: o berço dos molossos

O cachorro mais célebre da Antiguidade aparece na Odisseia, escrita por Homero no século 9 a.C. Odisseu – ou Ulisses – está voltando a seu reino, a Ítaca, após 20 anos de batalhas e andanças. Seu palácio encontra-se ocupado por pretendentes que desejam a mão de sua esposa, Penélope. Ulisses, então, pede à deusa Atena que lhe dê a aparência de um mendigo – e entra disfarçado em casa. Nenhum humano o reconhece. Apenas seu cão, Argos, não se deixa enganar pela ilusão urdida por Atena.

Close