Últimas Notícias sobre Cinema

(Foto: Reprodução/Instagram).

Nathana Martins, fã do humorista Whindersson Nunes viralizou nas redes sociais após publicar convite de novo anos atrás do humorista para ir ao cinema. 

A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) levará um super fim de tarde animado para os moradores da cidade de Santo Antônio de Jesus. Uma sessão de cinema vai ser realizada na próxima quarta-feira (11), na Praça Padre Mateus, a partir das 17 horas.

A estreia do filme “Eduardo e Mônica” teve 85 mil espectadores e arrecadou R$ 1,7 milhão em bilheteria entre quinta e domingo, segundo dadosda Comscore. O longa ficou em quarto lugar entre os dez mais vistos do fim de semana, atrás apenas de “Homem-Aranha: Sem volta para casa”, “Pânico” e “Sing 2”.

Imagem:  Globo Filmes/Divulgação

O começo você já sabe. Foi um amigo de cursinho do Eduardo que o chamou para a festa em que ele viu Mônica pela primeira vez (“festa estranha, com gente esquisita”). Gostaram um do outro e marcaram um date.

Os cinemas ainda recebem filmes em rolos?

 Ana Carolina Oda/Superinteressante

Hoje, é raríssimo. Essa é uma tecnologia que caiu em desuso por um motivo simples: as cópias digitais são mais baratas e fáceis de se manusear.

Foto: Estevan Silveira/Superinteressante

Tenho basicamente dois medos: de altura e de O Exorcista (1973). O clássico do diretor William Friedkin é uma obra-prima do terror – e um dos filmes mais importantes da história. Foi o primeiro longa do gênero a ser indicado ao Oscar de Melhor Filme (uma das dez categorias em que concorreu na edição de 1974; levou duas: som e roteiro adaptado).

A estreia do filme “Turma da Mônica – Lições” teve o segundo maior público nos cinemas brasileiros no fim de semana. O longa teve 112,8 mil espectadores e arrecadou R$ 2 milhões entre quinta-feira e domingo,

Foto: reprodução

Um dos heróis mais tradicionais das HQs vai ganhar um novo filme. O longa Capitão América 4 foi confirmado pelo site norte-americano The Hollywood Reporter na última sexta-feira (23).

Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

Por dez votos a um, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) julgou constitucional e aprovou a denominada cota de tela, norma que reserva um número mínimo de dias para a exibição de filmes nacionais nos cinemas brasileiros.

Foto: © Reprodução-Facebook

Tio Tony, o trambiqueiro protagonista vivido por Marcus Majella, 41, em “Um Tio Quase Perfeito” (2017) está de volta à telona. Desta vez, mais maduro, responsável e com a vida estável. As coisas, porém, se complicam quando Ângela (Leticia Isnard), sua irmã, anuncia que vai se casar com Beto, papel de Danton Mello.

Close