Últimas Notícias sobre cotas raciais

Foto: Arquivo pessoal

Liminar obtida nesta segunda-feira (9) determina que USP realize matrícula de candidata no curso de fisioterapia. Juliane, no entanto, diz que ainda não desfrutou completamente de seu sonho por não ser uma decisão final.

Foto: Reprodução / Folha de São Paulo

Um homem de 38 anos, de cabelo ruivo e pele clara, conseguiu uma vaga no curso de medicina da Uesb (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia) através de cotas raciais. Ele se declarou pardo no momento da matrícula.

Close