Últimas Notícias sobre Future-se

Foto: AG A TARDE.

Com a segunda consulta pública encerrada no último dia 24, o programa Future-se, lançado em julho de 2019 pelo Ministério da Educação (MEC), já foi rejeitado por três das quatro universidades federais baianas. A exceção é a Universidade Federal do Oeste (Ufob), na qual a assessoria de imprensa disse que o Conselho Universitário ainda não discutiu o tema.

Foto: Divulgação

O Ministério da Educação (MEC) publicou nesta sexta-feira, 3, uma nova versão do programa Future-se, que ficará aberta para consulta pública até o dia 24 de janeiro. O programa pretende criar novas formas para captação de recursos para universidades, e flexibilizar regras para gestão de projetos de pesquisa científica e de inovação, por meio de contratos com fundações e organizações sociais, entre outros objetivos.

Foto : Divulgação

O reitor da Universidade Federal da Bahia (Ufba), João Carlos Salles justificou, em entrevista à Rádio Metrópole hoje (30), a decisão da instituição de ter rejeitado o projeto “Future-se”, do governo Bolsonaro.

Foto : Marcelo Camargo/ Agência Brasil

As universidades que aderirem ao novo programa do Ministério da Educação (MEC) para captar recursos junto à iniciativa privada, o Future-se, devem passar a contratar professores e técnicos pelo regime de carteira assinada. O ministro Abraham Weintraub disse, em entrevista ao Estadão, que a contratação via CLT, em lugar de concurso público, será exigência para a entrada das universidades no Future-se.

Close