Últimas Notícias sobre Secom

Foto : Anderson Riedel/PR

O Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (11/3) traz a exoneração do secretário especial de Comunicação Social, Fabio Wajngarten (foto em destaque). Informação que já havia sido divulgada pelo Voz da Bahia no dia 25 de fevereiro (relembre aqui)

Foto: Lula Marques/Fotos Públicas

Um relatório produzido pela CPMI das Fake News aponta que a Secretaria de Comunicação do governo Bolsonaro pagou para vincular 2,065 milhões de anúncios em sites, aplicativos de celular e canais do YouTube que produzem ou veiculam conteúdos considerados inadequados. Entre eles estão sites que divulgam notícias falsas, oferecem investimentos ilegais e até aplicativos com conteúdo pornográfico.

Foto: Reprodução/Instagram

Um mês após assumir o governo Bolsonaro, o chefe da Secom (Secretaria de Comunicação da Presidência), Fabio Wajngarten, viu a sua empresa —A FW Comunicação— receber da Igreja Universal do Reino de Deus um aumento de 36% de remuneração contratual, por meio de um aditivo pactuado entre as duas partes. A informação foi revelada nesta sexta-feira (21) pelo jornal Folha de S. Paulo.

Foto :Anderson Riedel/PR

Nomeado como administrador da FW Comunicação pelo chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Fabio Wajngarten, o empresário Fabio Liberman afirma que a empresa tem uma lista extensa de clientes privados, entre agências de publicidade e veículos de comunicação.

Foto: Reprodução

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) confirmou no período da tarde desta sexta-feira, 23, por meio de nota, que o presidente Jair Bolsonaro fará um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, às 20h30 (de Brasília).

Foto : Renan Olaz/CMRJ

Na tarde de hoje (29), o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PSC) criticou a equipe de comunicação do governo. O filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) também negou desejar cargo na Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom).

Close