Últimas Notícias sobre Sergio Cabral

Foto: Divulgação

O ex-governador Sérgio Cabral foi condenado a mais 10 anos de prisão, pelo juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal. A sentença foi conhecida nesta quinta-feira, 4, e eleva o total de penas de Cabral a 342 anos de reclusão.

Foto: Divulgação

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral foi condenado a 19 anos e 9 meses de prisão em sentença do juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal, publicada nesta quinta-feira (26).

Foto: Divulgação

O juiz federal Fabio Souza, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região negou nesta quarta-feira, 18, o pedido de relaxamento da prisão do ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral. Ele foi condenado a 45 anos de prisão e nove meses de reclusão pelas investigações da Operação Calicute, um desdobramento da Lava Jato.

Brasília- DF- Brasil- 29/10/2010- O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, fala à imprensa. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral cita dois ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) em sua delação premiada, fechada com a Polícia Federal e homologada pelo ministro Edson Fachin: Humberto Martins e Napoleão Nunes Maia Filho. A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época.

O ex-governador do Rio Luiz Fernando Pezão Fernando Frazão/Agência Brasil

O delator Sérgio de Castro Oliveira, mais conhecido como ‘Sergião’, disse nesta terça-feira (14) que o ex-governador do Rio Luiz Fernando Pezão (MDB) recebia mesadas de até R$ 150 mil quando era secretário no governo Sérgio Cabral (MDB). Luiz Fernando Pezão ocupou as Secretarias Estaduais de Obras e Infraestrutura, além de ter sido vice-governador. ‘Sergião’ prestou depoimento na 7.ª Vara Federal Criminal do Rio, ao juiz Marcelo Bretas.

Foto : Tomaz Silva/Agência Brasil

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral fechou ontem (16) um acordo de delação premiada com a Polícia Federal. A colaboração, cujas negociações para que fosse realizada começaram no início deste ano, envolve nomes de políticos, ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e outros magistrados.

Foto: Theo Marques / Agência O Globo

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral foi condenado pela 12ª vez na Lava-Jato a uma pena de 33 anos, 3 meses e 13 dias pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Com isso, as penas dele já somam 267 anos e 9 meses — o cálculo já incluiu a revisão feita pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), que aumentou a punição de Cabral em um dos processos.

Foto: Reprodução/ Twitter

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou sua 30ª denúncia contra o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. A denúncia desta vez é por uma suposta prestação de informações falsas às autoridades fazendárias nas declarações do Imposto de Renda dos anos calendário 2013, 2014 e 2015.

Foto: José Cruz/Agência Brasil

A decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que anulou a sentença do ex-presidente da Petrobras Aldemir Bendine abriu um precedente que poderá beneficiar alvos da Lava Jato, dentre os quais o ex-governador Sérgio Cabral, no Rio, e o núcleo petista liderado pelo ex-presidente Lula e integrado pelo ex-ministro José Dirceu no Paraná.

© Agência Brasil

O ex-governador Sérgio Cabral (MDB-RJ) foi condenado nesta terça-feira (30) pela 10ª vez em decorrência dos processos desencadeados pela Operação Lava Jato.A nova sentença do juiz Marcelo Bretas se refere à Operação Ratatouille, que trata do pagamento de R$ 16 milhões pelo empresário Marco Antônio de Luca, dono de empresa de fornecimento de alimentos para o Estado.

Close