Velório de Françoise Forton reúne familiares e amigos em teatro no Rio: ‘Uma guerreira da arte’, diz ator Marcelo Serrado

O corpo da atriz Françoise Forton está sendo velado na manhã desta segunda-feira (17) no Teatro Tablado, no Jardim Botânico, Zona Sul do Rio. O corpo será cremado às 16h, no Cemitério da Penitência.

A atriz morreu aos 64 anos neste domingo (16), no Rio. Ela tratava de um câncer e estava internada havia quatro meses na clínica São Vicente, na Zona Sul da cidade. A doença começou na região da bacia da atriz e, posteriormente, chegou aos pulmões.

Um dos primeiros a chegar ao Tablado foi o viúvo, o produtor cultural Eduardo Barata.

Já entre os artistas que foram se despedir de Françoise estão Arlete Salles, Aloísio de Abreu, Alexandra Richter, Marcelo Serrado e Luís Loubianco.

“Era uma figura muito importante para nossa classe, para nossa história. Quando comecei, lembro muito dela no ‘Estúpido cupido’. Uma guerreira da arte, uma pessoa que vai fazer muita falta”, disse Marcelo Serrado.

O ator Marcelo Serrado no velório do corpo da atriz Françoise Forton — Foto: Reprodução/ TV Globo
Corpo da atriz Françoise Forton foi velado no Teatro Tablado, na Zona Sul do Rio de Janeiro — Foto: Reprodução/ TV Globo

Arlete Salles também fez questão de prestar as últimas homenagens.

“Eu vim aqui para me despedir da Françoise, essa pessoa doce, querida, essa atriz linda que embelezou os palcos com sua vocação. Foi bonito o trabalho dela no cinema, no teatro, na TV, brilhou em todos esses espaços. É sempre um momento de tristeza. Nessas horas não sei muito bem como me expressar nesses momentos difíceis. A gente nunca vai entender esse mistério que envolve a morte”, afirmou Arlete Salles.

Arlete Salles consola o marido de Françoise Forton, Eduardo Barata, no velório do corpo da atriz, no Teatro Tablado — Foto: Reprodução/ TV Globo

A atriz Alexandra Richter, também amiga de Françoise, fez questão de destacar que ela sempre se destacou pela boa relação com todos.

“Muito delicada, educada. Li comentários ontem na internet, todos muito carinhosos. Essa doçura, essa leveza que eram da natureza dela. Difícil começar o ano assim, a gente tem perdido muita gente na classe artística e começar o ano com essa perda. Mas ela tá nesse lugar, nesse palco recebendo tanto amor e carinho”, disse Alexandra Richter.

A atriz Alexandra Richter esteve no velório da atriz Françoise Forton — Foto: Reprodução/ TV Globo

O ator Lúcio Mauro Filho ressaltou que Françoise sempre dedicou uma palavra de apoio a quem precisasse e que levou uma vida dedicada à arte.

“Ela deixa muita saudade porque era um ser humano que tinha a vida como missão, a alegria como missão. Então tinha sempre uma palavra de incentivo, para mim então que conheci quando criança posso dizer que foi uma das grandes incentivadoras da minha carreira. Sempre que tinha contato, me fazia elogio sobre um trabalho recente. Era um farol que emanava, é uma partida muito dura”, falou Lúcio Mauro Filho.

O diretor teatral e secretário municipal de cultura, Marcus Faustini, também prestou as últimas homenagens para Françoise.

Lúcio Mauro Filho contou que a atriz Françoise Forton sempre o incentivou a seguir a carreira artística — Foto: Reprodução/ TV Globo
Coroas de flores no velório do corpo da atriz Françoise Forton, na Zona Sul do Rio — Foto: Reprodução/ TV Globo

Françoise Forton nasceu no Rio de Janeiro no dia 8 de julho de 1957, filha de pai francês e mãe brasileira.

Sua estreia foi ainda adolescente, em 1969, na novela “A última valsa”, da Globo. Desde então, ela fez mais de 40 novelas e diversas outras participações na TV.

Carreira em TV, cinema e teatro
Um dos papéis mais marcantes foi a personagem Tetê, de “Estúpido cupido”, que retratava a sociedade brasileira da época.

Em mais de cinquenta anos de carreira, fez outras novelas de sucesso como “Bebê a bordo” (1988), “Tieta” (1989), “Meu bem, meu mal (1990), “Perigosas peruas” (1992), “Explode coração” (1995), “O clone” (2001) e “I Love Paraisópolis” (2015).

Sua carreira no cinema também teve mais de cinco décadas, com filmes como “Marcelo Zona Sul” (1970), “Jardim de Alah” (1988) e “Coração de Cowboy” (2018).

Ela também participou de diversas montagens de teatro nos últimos anos, e ganhou prêmios como do Festival Internacional de Angra, em 2011, por “Chopin Sand?”.

Ela deixa o marido, o produtor cultural Eduardo Barata, e o filho, Guilherme Fourton Viotti.

Nicette Bruno e Françoise Fourton na festa de abertura da novela ‘I love Paraisópolis’ — Foto: Globo/João Miguel Júnior
Françoise Forton — Foto: João Cotta / TV Globo
Atriz Françoise Forton — Foto: Reprodução
Françoise Forton no espetáculo “Jazz do Coração” — Foto:
Françoise Forton ao centro da foto com elenco a peça “Enlace – A Loja de Ourives” em São Paulo, em 2012. — Foto: Denise Andrade/Estadão
Gigi ( Francoise Forton ) e Ignacio ( Carlos Machado ) em ‘Amor à vida’ — Foto: Globo/João Cotta

Fonte: G1

  • TAGS