Vídeo com bronca de Renato Aragão a Gregório Duvivier por piadas com a fé viraliza

-
Imagem: Reprodução

A polêmica iniciada pelo lançamento do filme do Porta dos Fundos apresentando um Jesus homossexual levou internautas a resgatarem um vídeo do programa Na Moral, da TV Globo, em que o humorista Renato Aragão reprova as piadas que Gregório Duvivier faz sobre as religiões.

O programa foi levado ao ar em 2013, e na ocasião o jornalista Pedro Bial questionou se Renato Aragão – famoso no papel de Didi, em Os Trapalhões – aprovava as piadas com a fé alheia. “Nunca passei por esse temor de fazer piada com religião porque a gente não precisa disso, não precisa usar uma religião para fazer humor; eu acho que até agride”, afirmou.

Para o veterano humorista, fundador do projeto Criança Esperança, “uma coisa que agride é você criticar a religião da pessoa, muçulmano, católico ou evangelho. Não precisa”.

Quando ainda estava no ar, o programa se sustentava em debater temas com convidados de visões antagônicas. Em seguida à resposta de Aragão, o ateu Gregório Duvivier fez questão de se opor ao conceito defendido pelo colega, minimizando o fato ao dizer que respeitava a visão do veterano.

“Então vamos discordar sempre. Meu estilo de humor não permite isso”, finalizou Aragão. A repercussão do vídeo vem na esteira de um movimento popular que ultrapassou a marca de 2,1 milhões de assinaturas pedindo à Netflix que remova do catálogo da plataforma o Especial de Natal: A Primeira Tentação de Cristo.

A mobilização de repúdio, no entanto, não se resume ao Brasil: uma petição criada por um grupo conservador na Holanda já juntou mais de 686 mil assinaturas de pessoas que exigem que a Netflix interrompa a exibição do filme.

ASSISTA ABAIXO:

por Tiago Chagas – Gospel +