Vídeo de coletora de recicláveis cantando louvor no trabalho emociona e inspira

Foto: Reprodução / Redes Sociais

Ana Paula de Oliveira Rocha é uma pessoa desconhecida do grande público, que ganha a vida no mercado de recicláveis, uma área de atuação das mais importantes para a sociedade e menos valorizadas. Flagrada louvando a Deus enquanto trabalhava, o vídeo rapidamente viralizou e passou a inspirar milhares de pessoas.

A coletora de recicláveis de 27 anos vive em Apiaí, cidade no interior de São Paulo. Em um dia normal de trabalho, uma colega pediu para filma-la cantando durante o expediente, e Ana Paula aceitou. O vídeo foi publicado nas redes sociais no dia 25 de fevereiro e ultrapassou as 500 mil visualizações.

A música A Promessa, de Kemilly Santos, diz na letra que “Quem te vê adorando não imagina o quanto está sendo difícil, ter que esconder as lágrimas com esse sorriso. E a voz que ainda embarga quando quer cantar, e mesmo assim você não para de adorar”.

A repercussão foi tão grande que seu vídeo chamou atenção da imprensa: “Foi uma loucura, de um dia para o outro viralizou, meu celular não parava de apitar durante a madrugada, eu até achei que ele estava com problema”, disse a coletora em entrevista ao G1.

Dias depois, a cantora Kemilly Santos compartilhou o vídeo de Ana Paula e pediu que os seguidores a ajudassem a entrar em contato com a coletora, para que pudessem gravar uma live. Pouco tempo depois o encontro virtual aconteceu, e a artista transmitiu pelo Instagram.

“O meu celular parou de funcionar bem na hora que tudo isso aconteceu. As pessoas começaram a me procurar, dizendo que a Kemilly estava atrás de mim, mas eu nem acreditava, só acreditei depois”, contou Ana Paula, que usou o celular da sobrinha para participar da live com a cantora. “Parecia que eu ia cair, estava muito nervosa, ainda sem entender, sem acreditar. Era uma mistura de sentimentos”, relembrou.

A notoriedade nas redes sociais pode ser traduzida em números: o perfil de Ana Paula no TikTok passou de 200 seguidores para mais de 19 mil em pouquíssimo tempo. No Instagram, a conta já está na casa dos milhares.

Essa mudança repentina reacendeu o desejo de Ana Paula de ser cantora: “Eu tentei carreira profissional como cantora, queria fazer a obra de Deus vivendo da música, mas não deu certo. Quando já tinha desanimado, Deus fez acontecer”, disse ela.

Para continuar a curva de crescimento, Ana Paula vai se dedicar a produzir conteúdo para as redes sociais, a fim de divulgar seu talento: “Sinto que tudo foi um preparo para que isso acontecesse. Agora, estou com vontade de recomeçar. Escuto muito louvor em casa, sempre digo que o meu serviço só rende se eu estiver cantando”.

“Eu nunca fiz aula de canto, meus pais contam que eu ia na igreja e ficava ‘enchendo o saco’ do pastor, falando que queria cantar, sem nem saber falar direito. A minha família também é de cantores, muitos têm o chamado de Deus para cantar”, finalizou.

por Tiago Chagas – Gospel +