Ações da Eletrobras no Banco do Nordeste podem ser compradas com FGTS

Os investidores pessoas físicas, podem, entre esta sexta-feira (3) e 12h do dia 8 de junho, utilizar parte do saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para aquisição de ações da empresa Centrais Elétricas Brasileiras S.A. (Eletrobras) por meio do Fundo Mútuo de Privatização (FMP), gerido pelo Banco do Nordeste (BNB).

O BNB Fundo Mútuo de Privatização – FGTS Eletrobras pode ser acessado com aplicação mínima de R$ 200. A taxa de administração é de 0,2% ao ano. Após a aplicação no Fundo Mútuo, o investidor terá direito ao retorno dos recursos para a conta vinculada do FGTS somente após 12 meses da integralização das cotas no FMP FGTS Eletrobras.

É possível movimentar o montante investido a partir do dia 14 de junho, nas hipóteses previstas na legislação do FGTS, como por exemplo aposentadoria, compra de casa própria e doenças graves.

Poderão efetuar a aplicação os trabalhadores residentes e com domicílio no Brasil, titulares de conta vinculada de FGTS com saldo disponível. É possível utilizar até 50% de saldo total existente, independentemente do número de contas no fundo.