Agência de saúde dos EUA reduz de 10 para 5 tempo de quarentena de pessoas com covid

People wait in line to be tested for coronavirus disease (COVID-19) while wearing protective gear, outside Elmhurst Hospital Center in the Queens borough of New York City, U.S., March 26, 2020. REUTERS/Stefan Jeremiah (Stefan Jeremiah/Reuters)

A recomendação de quarentena para pessoas com covid-19 passou de 10 para cinco dias nos Estados Unidos. A atualização no protocolo foi divulgada nesta segunda-feira e vale apenas para pessoas que estiverem assintomáticas.

Após os cinco dias iniciais de isolamento, é recomendado que a pessoa que foi testada positiva use máscara quando estiver próxima a outras pessoas.

Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), a mudança é motivada por evidências que demonstram que a maior parte da transmissão da SARS-CoV-2 ocorre no início da doença, geralmente entre um e dois dias antes do início dos sintomas e de dois a três dias depois do início.

O centro de saúde americano também atualizou o período de quarentena para quem foi exposto à covid-19. 

Para pessoas que não foram vacinadas ou estão há mais de seis meses fora de sua segunda dose e ainda não receberam reforço, o CDC agora recomenda quarentena por 5 dias seguida pelo uso de máscara por mais 5 dias.

A alternativa a essas recomendações é que a pessoa exposta use uma máscara bem ajustada em todos os momentos quando estiver perto de outras pessoas por 10 dias após a exposição caso não possa fazer a quarentena.

Já quem recebeu o reforço não precisa entrar em quarentena depois da exposição, mas deve usar máscara por 10 dias.

Para todos os expostos, a melhor prática também inclui um teste no quinto dia depois da exposição. Se ocorrerem sintomas, os indivíduos devem se colocar imediatamente em quarentena até que um teste negativo confirme que os sintomas não ocorrem devido ao covid-19.