Ainda sobre a denúncia de Uberdan do contrato da gestão com escritório de advocacia, Dr. Gil o rebate: “ a credibilidade dele é zero, ele foi a ‘rabadinha’ ”

Vereador Dr. Gilvandro Couto (PSDB) / Foto: Voz da Bahia

O vereador e médico Dr. Gilvandro Couto, popular Dr. Gil (PSDB) em entrevista ao Voz da Bahia rebateu à denúncia do vereador de oposição a gestão de Genival Deolino (PSDB). Uberdan Cardoso (PT) apontou a contratação de escritório de advocacia com o dinheiro público por parte do prefeito para se defender de abuso do poder econômico e compra de votos. “A credibilidade dele é zero”, contesta Dr. Gil.

“ELE FOI A RABADINHA”:

Sobre a denúncia de Uberdan da contratação de um escritório de advocacia do Dr. Ademir Ismerim para defender a atual gestão de uma acusação do ex-prefeito Rogério Andrade (PSD) por compra de voto, Couto denomina a situação de absurda, “eu nunca vi tanta compra de voto como aconteceu na gestão passada e gente que era porta-voz do prefeito e deixou passar tanta coisa absurda aqui em Santo Antônio de Jesus, foi tantas leis idiotas que aconteceram como aquele famoso IPTU e todo mundo amordaçado parecendo uns ‘cachorrinhos que nego colocou a coleira’ e saiu arrastando os 13 dentro da Câmara, além de obras horríveis, mal feitas e superfaturadas, a coisa mais absurda e não fizeram nada. Eu não sei a que preço moral eles irão pagar por isso, quer dizer já estão pagando, você pode ver que teve vereador que foi a ‘rabadinha‘, ou seja, o último do último e moralmente não tinha direito de está ali. Quem deveria está, sentado naquelas cadeiras são as pessoas que receberam mais votos não esse cidadão. Sou totalmente contra essa história de dizer que pessoas muito votadas não ocupam a cadeira, mas por causa da coligação não entram. Moralmente esses não deveriam estar lá, porque é uma vergonha isso. Então quando vejo gente bradando nas mídias, a meu ver, a credibilidade dele é zero”, pontuou.

Reportagem: Voz da Bahia