Após pronunciamento de Bolsonaro, governos de MT, RO e SC reabrem comércio

-
Foto: Alesc / Divulgação

Os governos de Mato Grosso (MT), Rondônia (RO) e Santa Catarina (SC) decretaram, nesta quinta-feira (26), a volta do funcionamento de algumas áreas comerciais, seguindo o que foi dito pelo presidente Jair Bolsonaro no pronunciamento oficial feito para a rede nacional de Rádio e Televisão na última terça-feira (24).

No Mato Grosso, o governador Mauro Mendes permitiu o funcionamento normal de cafés, redes de supermercado e estabelecimentos alimentícios na modalidade delivery, e restabeleceu a circulação do transporte público municipal e metropolitano com passageiros sentados. Além disso, restaurantes em rodovias também estão permitidos, assim como bancos, lotéricas, igrejas e templos.

O isolamento social só foi mantido para pessoas do grupo de risco – idosos com mais de 60 anos e aqueles que possuem algum tipo de doença crônica. A medida, defendida pelo presidente Jair Bolsonaro, é chamada de isolamento vertical.

“Estamos defendendo o rigor do isolamento social, não o isolamento econômico. Não podemos transformar um problema num problema ainda maior. Por isso, continuaremos mantendo Mato Grosso no isolamento social, sem tirar a liberdade do trabalhador”, afirmou.

De acordo com o Estadão, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), criticou a decisão e não cogita abandonar o isolamento social completo.

Em Rondônia, o governador Marcos Rocha (PSL), liberou o funcionamento parcial do comércio, bem como indústria, obras e serviços de engenharia, oficinas mecânicas, autopeças, hotéis e hospedarias. No dia 16 de março, o mesmo Marcos Rocha tinha decretado  estado de calamidade pública, e decretou isolamento social após a morte de um idoso de 83 na capital, Porto Velho.

Enquanto isso, em Santa Catarina, o governador Carlos Moisés (PSL), anunciou um “Plano Estratégico” para retomar de forma gradual a economia do estado. Moisés permitiu a reabertura de restaurantes, academias, shopping centers, bares e do comércio em geral a partir do dia 1° de abril.

As regras de funcionamento para estabelecimentos são: limitação de entrada de pessoas em 50% da capacidade de público, controle de acesso e marcação de lugares reservados aos clientes, e respeito à distância mínima de 1,5 metro entre cada pessoa.

Na noite da última quarta-feira, Santa Catarina confirmou a primeira morte por Covid-19. O número de infectados em solo catarinense cresce com taxas diárias de 20% a 25%. Até o momento, foram registrados 149 casos confirmados da doença. (BN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui