Após receber R$ 120 mil da CBF, Vitória nega a jogadoras ajuda de custo de R$500

-
Foto : Letícia Martins / ECVitória

Há 20 dias, a CBF começou a transferir para as contas de 52 times de futebol feminino uma doação para ajudá-los a manter os compromissos com suas atletas e comissões técnicas. Entretanto, após o repasse, seis times hesitaram em usar o dinheiro para pagar suas profissionais, incluindo o clube baiano Vitória.

Os 36 times da série A2 (segunda divisão) receberam R$ 50 mil e as 16 da série A2 (primeira divisão) receberam R$ 120 mil para auxiliar suas atletas com uma ajuda de custo de R$500 até R$ 1.000, mas algumas dessas equipes se aproveitaram  para fazer outro uso da verba recebida da CBF.

O Vitória cortou o orçamento para o futebol feminino nos últimos anos e mantém equipes quase que amadoras oferecendo ajuda de custo mínima com alimentação e transporte (menos de R$500 por mês). Segundo o UOL, as atletas não haviam recebido nada até agora. A reportagem entrou em contato com o time mas não obteve resposta.

Vitória é o único time nordestino na primeira divisão do Brasileiro feminino; clube entrou com equipe sub-17 para a disputa em 2020 por causa de corte de gastos. Outros clubes que também não deram uma ajuda de custo à suas profissionais foram o Audax, Juventus e Sport. (Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui