Batismo de 2 mil fiéis surpreende pastor: “Fiquei chocado ao ver um mar de pessoas”

0
182
-
No total, mais de 1.300 pessoas foram batizadas no Zimbabué no ano passado, após esforços de 23 oradores / Foto: Rachel Beaver

O trabalho missionário feito por uma denominação religiosa chamou atenção de um pastor durante uma viagem ao Zimbábue, país localizado no Sul da África. Samuel Nzoikorera, que estuda em uma universidade dos Estados Unidos, ficou impressionado com o número de batismo que presenciou.

Se trata de um trabalho desenvolvido pelo Centro de Recursos Evangelísticos do Sul (ERC, na sigla em inglês) nos Estados Unidos, que existe desde o ano 2001 e já conquistou cerca de 32 mil pessoas desde então, com o apoio dos voluntários.

Raul Rivero, coordenador do ERC, disse que a função do Centro é apenas reforçar o que Deus já vem fazendo na vida das pessoas. “Não é por causa do que fazemos” que os resultados são bons, explicou Rivero ao site Southern Tidings. “Nós apenas participamos do que Deus já está fazendo nas igrejas locais”.

O pastor Samuel Nzoikorera, que teve a oportunidade de viajar com o grupo para o Zimbábue, falou da sua experiência ao ver milhares de pessoas se batizando quase ao mesmo tempo.

“Depois de nossos cultos havia cinco pessoas que iriam ser batizadas e achei que seriam apenas algumas pessoas no evento”, contou Nzoikorera, lembrando que até então não fazia ideia da quantidade de pessoas que ele iria ver se batizando naquele dia.

“Mas, quando chegamos ao local do batismo, fiquei chocado ao ver um mar de pessoas vindo para apoiar aqueles que seriam batizados — pelo menos 2.000 pessoas. Eu nunca tinha visto uma celebração de batismo como essa. Minha alma pulou de alegria por viver esta experiência!”, disse ele.

Vale destacar que o trabalho de campo é feito por seminaristas do Centro de Recursos Evangelísticos do Sul. Com isso, eles não só falam sobre Deus para outras pessoas, como adquirem experiência com o trabalho de campo, segundo a SoutherNidings.

Paola Mora Zepeda, uma das estudantes missionárias, falou sobre uma lição simples, porém muito importante, que aprendeu com o seu mentor. “O pastor me disse: ‘Quando você chama as pessoas, você está atraindo o coração delas para tomar uma decisão. Pouco a pouco, o coração da pessoa vai sendo aberto para que Jesus possa entrar’”, disse ela.

Will R. Filho – Gospel +

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui