Bob Dylan vende direitos de todas as suas canções à Universal por R$ 1,5 bilhão

Foto : Divulgação

Bob Dylan vendeu todo o seu catálogo de composições, que abarca mais de 600 canções, para a Universal Music Publishing Group, pelo valor de US$ 300 milhões (R$ 1,5 bilhão), segundo o New York Times. O acordo pode ser o preço mais alto já pago pelos direitos de composição de um músico ou grupo, mas a Universal não chegou a confirmá-lo.

Agora, sempre que alguém em alguma parte do mundo cantar ou gravar clássicos como “Blowin ‘in the Wind” e “Like a Rolling Stone”, a empresa arrecadará sua parte, além de poder licenciar as canções para filmes, comerciais e outras obras.   

Os direitos de composição (isto é, a propriedade da melodia e da letra de uma música) são calculados e pagos separadamente dos direitos de gravação. De acordo com a Universal, as canções de Dylan já foram gravadas por outros artistas mais de 6.000 vezes, incluindo versões famosas como o cover de Jimi Hendrix de “All Along the Watchtower” e a versão do Guns N‘Roses de “Knockin’ on Heaven’s Door”.

O próprio Dylan, agraciado com o Prêmio Nobel de literatura em 2016, já vendeu mais de 125 milhões de discos em todo o mundo. (Metro1)