Cantora Anna Catarina explica a demissão do seu produtor e mãe ainda rebate à sua acusação contra filha

-
Foto: Reprodução instagram

Após a cantora Anna Catarina, anunciar a saída do seu produtor, Jhuvenal Lima, através das redes sociais nesta terça-feira (3), a artista participou do programa “Meio-Dia e Meia”, na live do Voz da Bahia e esclareceu com exclusividade os motivos da demissão, afirmando que o produtor cometeu atos ilícitos através da banda.

Segundo a cantora, após perceber que havia algo errado acontecendo em seu projeto, fez um ultimato e pediu para que seus familiares escolhessem entre ela e seu produtor, “ele fez muitas coisas erradas na família Anna Catarina, que é a banda, eu prefiro não falar sobre essas coisas. Eu pedi para minha mãe para escolher entre a cantora e o produtor. Claro que ela escolheu a filha dela. Ela procurou saber as duas histórias e viu que eu estava certa. Minha mãe tirou Jhuvenal da banda, mas falou que ele iria trabalhar no meu escritório. Contudo, ele ficou falando algumas coisas para minha mãe, coisas que fizeram ela chorar. Rolou muito dinheiro de shows que entrava na conta dele e não estava devolvendo para nós”, declarou.

Após ser questionada sobre a possibilidade de resolver o caso através da justiça, e não através de redes sociais, Anna pontuou que antes da trama, existiu uma grande consideração familiar pelo produtor, e caso este problema fosse resolvido na Justiça, o mesmo será punido, “até ele escrever aquele texto e publicar nas redes sociais, eu tinha um carinho imenso por ele. Se eu procurar um advogado ele vai se dar muito mal”, disse.

No texto escrito pelo produtor, o mesmo afirma que a jovem cantora estava passando por depressão, onde inclusive tentou se suicidar diversas vezes. Sobre o assunto, a mãe de Anna Catarina, conhecida dona Dinda negou que a filha tivesse a doença, tendo em vista sua família e amigos sempre ao seu lado, “minha filha, a Anna, está firme e forte, com consciência limpa e nunca fez mal a ninguém. Não tem motivos de ficar chateada e ter rancor dele. Agora eu como mãe, única coisa que eu tenho é piedade, pois o mundo está aí para ensinar. Não preciso ficar me expondo e falando mentiras, pois tem perna curta e uma hora a verdade vai aparecer. Eu acho que minha filha não tem motivos para ter uma depressão, Anna já passou por necessidades na vida no tempo que eu não tinha nada. Anna Catarina tem uma vida boa com minha família que a apoia, ela tem uma segunda família que é a banda, o namorado que a faz feliz e os seus amigos. Não tem porque ela ter depressão, por mais que seja normal, a pessoa só passa por isso quando ela se entrega”, concluiu.

Reportagem: Voz da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui