Celulares que não vão ter mais acesso ao WhatsApp a partir de novembro

O WhatsApp, um dos aplicativos mais queridinhos do Brasil, vai ficar fora do ar em vários celulares. Antes que você tenha uma crise nervosa, saiba que não serão todos os celulares. Acompanhe o texto e veja quais.

Deixarão ter acesso ao WhatsApp celulares que possuem sistema operacional Android 4.0.4 ou anteriores. Meu amigo, você não está sozinho nessa história, os IPhones com sistema IOs 9 ou inferior também deixará seus usuários sem acesso ao aplicativo. Outro detalhe, não serão só os brasileiros que serão atingidos, milhões de pessoas ao redor do mundo ficarão sem o WhatsApp se estiverem usando os modelos mencionados.

A partir do mês que vem, não será mais possível enviar mensagens e fazer chamadas de vídeo por meio do aplicativo.

Veja a lista dos celulares que darão adeus ao WhatsApp


iPhone (2007) iPhone 3G (2008) iPhone 3GS (2009) iPhone 4 (2010) iPhone 4S (2011).
Android.

Samsung: Galaxy S II, Galaxy Note, Galaxy Nexus, Google Nexus S, Galaxy R, Galaxy Nexus e Galaxy Reverb;
Motorola: Droid Razr XT912, Razr XT910 e Atrix 2.

LG: Nitro HD, Optimus, Optimus 2X e Optimus 4G;

Sony: Xperia Arc S, Xperia ray, Xperia mini, Xperia Arc, Xperia active, Xperia mini pro, Xperia neo V, Xperia Neo e Xperia pro.

Para muitos brasileiros que possuem esses modelos, a partir de novembro ficarão sem acesso ao WhatsApp. Aqueles que não comprarem um modelo mais recente, vão ter uma crise nervosa, vão arrancar os cabelos, mas terão que se conformar até poder conseguir um celular moderno que dê acesso ao aplicativo.

Veja os motivos

O WhatsApp vem realizando algumas mudanças que vão melhorar a experiência de muitos usuários no aplicativo.
Uma das novidades é a possibilidade de acessar uma conta em até quatro dispositivos diferentes. E sem abdicar da criptografia de ponta a ponta.

Vai ser possível o usuário trocar mensagens pelo notebook sem que o smartphone esteja por perto. O histórico de mensagens será sincronizado entre todos os aparelhos conectados. O recurso está em fase de testes.

Atualmente uma novidade ficou disponível do usuário, enviar fotos e vídeos com uma espécie de “tempo para ficar visivel”. Isso porque, a função oferece “uma camada adicional de privacidade e controle” às mídias. (Jornal Contábil)