China baniu escolas dominicais para crianças e proibiu conversão de menores de 18 anos

0
186
-
Foto: Reprodução

O cenário de pressão contra os cristãos na China, impulsionado pelo governo comunista de Xi Jinping, foi agravado com a proibição à conversão de jovens menores de 18 anos, assim como a realização de escolas dominicais para crianças nas igrejas.

“Uma das regras que sempre esteve na lei deles é que você não pode fazer proselitismo ou não pode converter alguém com menos de 18 anos de idade”, disse Erik Burklin, da China Partner, explicando que a legislação agora está sendo colocada em prática de maneira intensa.

- Anúncio -

Antes da aplicação da lei “as pessoas estavam levando seus filhos à igreja e muitas igrejas começaram o que chamaríamos de aulas de escolas dominicais”, afirmou Burklin. “Eles usavam esse tempo para ensinar versículos bíblicos às crianças e ensinar-lhes canções cristãs e assim por diante”.

Porém, agora “muitas igrejas foram notificadas pelos chefes do Departamento de Assuntos Religiosos de que não se pode mais realizar aulas de escola dominical”, e até instalaram “sinalização na entrada de algumas igrejas para indicar isso”.

Segundo informações da Mission Network News (MNN), a organização missionária China Partner vê o cenário com preocupação, já que precisou cancelar uma iniciativa de evangelismo junto a jovens para proteger os irmãos perseguidos.

“Eles [pastores chineses] nos procuraram dizendo especificamente: ‘Por favor, não podemos mais convidá-lo a fazer esses treinamentos para o ministério de jovens porque precisamos aderir a essa nova aplicação da lei’”, relatou Burklin.

Dessa forma, a Igreja Perseguida na China precisará buscar soluções criativas para esse problema, já que a lei pode implicar no desconhecimento de uma geração inteira sobre o Evangelho.

“Uma das maneiras que aprendemos também que podemos alcançar essa faixa etária é através dos pais”, avaliou Burklin. “Quando começamos esses retiros de casamento e sessões de aconselhamento para casais, [percebemos que] muitos desses jovens casais têm adolescentes em casa”.

O MNN convocou os cristãos ocidentais à intercessão: “Enquanto isso, ore por paz e sabedoria para a Igreja chinesa e que Deus toque os corações dos jovens, mesmo que a Igreja local não possa alcançá-los”.

por Tiago Chagas / Gospel Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui