Com 51 casos da Covid-19, Jeremoabo adota toque de recolher a partir deste domingo

Foto: GOV-SP

A prefeitura de Jeremoabo, no Semiárido, adota a partir deste domingo (19) um toque de recolher entre às 20h e 5h. A medida de restrição de locomoção noturna terá validade até o próximo sábado (25) e considera o aumento de casos do novo coronavírus na cidade.

De acordo com a secretaria municipal de Saúde, em boletim epidemiológico divulgado no final da manhã deste sábado, Jeremoabo contabiliza 51 casos da Covid-19, e uma morte pela doença. “Todos os pacientes encontram-se sob monitoramento da VIEP [Vigilância Epidemiológica] do município e estão evoluindo bem”, informa a pasta.

De acordo com decreto municipal publicado na última sexta-feira (17), no período de vigência do toque de recolher, supermercados, mercearias, padarias, açougues, clínicas – odontológicas, médicas ou psicológicas -, laboratórios de análises clínicas e vacinação, missas e cultos religiosos podem funcionar até às 19h.

Vale salientar que clínicas e laboratórios poderão funcionar em situações de urgência e emergência comprovada. Já restaurantes, lanchonetes – estes por meio do sistema delivery -, serviços de moto táxi e caixas eletrônicos podem funcionar até às 19h30.  

Estabelecimentos como posto de combustível; restaurantes; lojas de conveniências situadas nas Rodovias e Estradas; postos de combustível; farmácias; revendedora ou distribuidora de gás e água; casas funerárias; hotéis, pousadas e pensões, bem como borracharias, não estarão submetidas às limitações de horário.

No período fica proibida a realização de qualquer ação que implique emissão sonora, por meio de quaisquer equipamentos. O descumprimento da medida implicará na apreensão do equipamento e aplicação de multa cujo valor pode variar entre R$ 200,00 e R$ 1.000 mil. O valor será revertido em ações de combate e enfretamento a pandemia.

Velórios

O documento também estabelece condições para a realização de velórios quando o óbito não aconteceu por causa do novo coronavírus. Nessas situações, até 30 pessoas poderão participar da cerimônia – que não poderá ter duração superior a três horas. Os sepultamentos devem acontecer entre 7h e 16h, evitando a formação de aglomerações.

Os responsáveis pela realização da cerimônia deverão disponibilizar no local água, sabonete líquido, papel toalha e álcool em gel 70% para a higienização das mãos. Já no caso de óbito com diagnóstico confirmado ou suspeito da covid-19, uma vez realizada a preparação dos corpos, estes deverão seguir imediatamente para o sepultamento ou cremação, sem a realização da cerimônia. (BNews)