Com previsão para inaugurar neste terça (23), Aeroporto de Conquista marca nova fase no turismo

0
987
-
Foto: Manu Dias/GOVBA

O sudoeste da Bahia vai alçar novos voos e atingir um grau de desenvolvimento visto somente em regiões próximas a Salvador, com a inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, na próxima terça-feira (23). A homologação da proposta vencedora para a construção do novo aeroporto foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 8 de janeiro de 2014, quando o governador Rui Costa era secretário da Casa Civil. No mês seguinte, em 13 de fevereiro, o então governador Jaques Wagner assinou a ordem de serviço para a construção do equipamento, que beneficia uma população estimada em 2 milhões de pessoas no sudoeste da Bahia e norte de Minas Gerais. 

Em visita ao novo equipamento, nesta quinta-feira (18), Rui lembrou que, nos últimos seis anos, os aeroportos Glauber Rocha e de Natal foram os únicos construídos no Nordeste. “Antes, os aviões vinham para Vitória da Conquista e não se sabia se iria pousar, por causa das serras e da neblina. Agora, isso não acontece mais. O novo aeroporto atende não somente a Bahia, mas também o norte de Minas. Na terça-feira [23], vamos fazer a inauguração oficial. A partir do dia 25, a Gol já vai operar aqui. Teremos voos diários para São Paulo e para Minas Gerais. Conquista, com certeza, será um dos principais aeroportos de fluxo do Nordeste”.

Em agosto de 2016, o Governo do Estado recebeu da Secretaria de Aviação Civil a autorização para licitar as obras do terminal de passageiros do novo aeroporto de Vitória de Conquista. O aviso de licitação da concessão pública do equipamento foi publicado no DOE de 30 de junho de 2018. A licitação foi marcada para 9 de agosto, na sede da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transporte e Comunicações (Agerba), em Salvador. A empresa vencedora é responsável pela gestão, manutenção e exploração das áreas e serviços do novo terminal pelo prazo de 30 anos.   

O equipamento marca uma nova fase no transporte aéreo da região, no que se refere ao turismo de lazer, de negócios e à logística. Com o dobro de capacidade em relação ao antigo aeroporto, ainda é possível ampliar a movimentação para 500 mil passageiros até 2020. Outra novidade é que o Glauber Rocha também vai receber grandes aeronaves e minimizar as interferências climáticas nos pousos e decolagens por ter equipamentos mais avançados de navegação aérea. Um exemplo de grandes aviões que podem ser utilizados no novo aeroporto é o Boeing 773-700, com capacidade para 138 passageiros, que será operado pela Gol em voo diário para São Paulo (Guarulhos).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui