Com produto a R$ 115, Barreiras tem gás de cozinha mais caro no estado, aponta ANP

Foto: Divulgação

Uma amostra feita em 14 cidades baianas apontou que o GLP, o botijão de gás com 13 quilos, custa mais caro em Barreiras, no Extremo Oeste. Na cidade, o produto tem custo médio de R$ 111,25 e máximo de R$ 115. Os dados são da última parcial da Agência Nacional do Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis até o dia 16 de outubro.

A segunda cidade com média de botijão mais caro é Ilhéus, no Litoral Sul. Lá o item é vendido em média por R$ 102,83, e em alguns locais a unidade sai por até R$ 110. Vizinha a Ilhéus, Itabuna é a terceira cidade com preço médio mais alto do estado, R$ 100. O preço mais alto chega a R$ 105.

Das 14 cidades pesquisadas, o menor valor médio é encontrado em Vitória da Conquista, no Sudoeste, com o artigo saindo por R$ 87,5 com preço mais alto a R$ 90. As outras duas cidades com menor preço médio são Eunápolis, na Costa do Descobrimento, com o produto a R$ 88,17, máximo de R$ 90; e Irecê, no Centro Norte, onde se paga em média R$ 91,67 pelo produto, com máxima de R$ 93. (BN)