Coronavirus força China mudar data da Seletiva Olímpica da natação

-
Divulgação

Os números são alarmantes, e as medidas a serem tomadas precisam ter em conta a gravidade da situação. Até a publicação deste post, eram 75.741 casos de Coronavirus ao redor do planeta, 2.128 mortes e 16.445 casos de recuperação.

Hoje, a CCTV, TV estatal chinesa, informou que a Seletiva Olímpica da natação marcada para o próximo mês em Qingdao, província de Shnadong, de 28 a 5 de abril, está cancelada. A nova data já foi anunciada para 10 a 16 de maio, ainda sem local definido.

Qingdao fica a 1.103 quilômetros de Wuhan, o epicentro da crise do Coronavirus, mas a Federação Chinesa seguiu a orientação do Governo em especial do Ministério da Saúde que proibiu todos os deslocamentos inter-cidades no país.

No anúncio da CCTV, também foi informado que a seletiva terá eliminatórias na parte da tarde e finais pela manhã, experiência que os atletas irão ter na disputa dos Jogos de Tóquio.

Embora ainda não haja nenhum caso de atleta de qualquer modalidade em perspectiva olímpica com o vírus, é inegável o prejuízo que isso já causou. O site da Channelasia chega a mencionar “o coronavirus destruiu o sonho de muitos atletas para a Olimpíada”.

A observação é pelo cancelamento de inúmeras seletivas, isolamento de atletas e impedimento de treinamentos. Muitos estão treinando, mas isolados, sem acesso a competições e, principalmente, viagens. Até mesmo enviar a delegação esportiva para fora do país é problemática por conta que vários países já estabeleceram regras duras de controle e quarentena para quem vem da China.

Enquanto aguarda-se por melhores notícias, atletas chineses cumprem seus treinamentos a portas fechadas. Sem acesso ao público nem familiares ou imprensa, os centros de treinamento estão fechados de forma exclusiva para os potenciais atletas olímpicos e seu staff. (Globo Esporte)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui