Coronavírus: Prefeitura de Feira de Santana denuncia golpe contra moradores em cadastros para recebimento de cestas básicas

-
Foto: Reprodução / Prefeitura de Feira de Santana

A prefeitura de Feira de Santana identificou tentativas de fraudes que têm como alvo pessoas de baixa renda que buscam o recebimento de cestas básicas durante a pandemia de coronavírus. Um boletim de ocorrência foi registrado no município para iniciar uma investigação e identificar os responsáveis pelos golpes.

Segundo a prefeitura, um cartaz que divulgava o cadastro de pessoas para recebimento das cestas básicas foi colado na entrada de um residencial do programa Minha Casa, Minha Vida no município. O responsável pelo anúncio pedia a apresentação de uma série de documentos. Uma fila se formou no local no dia citados para realizar o suposto registro dos beneficiários.

Áudios de WhatsApp sobre o cadastro de pessoas de baixa renda também circulam em Feira de Santana. Uma mulher, que não se identifica, informa que fará uma ação de cadastro no bairro Aviário e pede que interessados apresentem RG, CPF, comprovante de endereço e o Número de Identificação Social.

“Fazer o cadastro para receber a cesta básica, está certo? Que é da situação do governo, para vocês não ter que ir pra CRAS, que nesses tempos, agora, de coronavírus, está tudo fechado”, diz trecho do áudio.

Boletim de ocorrência foi registrado para investigar fraudes em Feira de Santana — Foto: Reprodução / Prefeitura de Feira de Santana
Boletim de ocorrência foi registrado para investigar fraudes em Feira de Santana — Foto: Reprodução / Prefeitura de Feira de Santana

Segundo o secretário de Desenvolvimento Social de Feira de Santana, Cristiano Queiroz, criminosos tentam se aproveitar da situação de calamidade para enganar as pessoas que precisam de apoio.

“São pessoas alheias à instituição pegando essas informações. Então, nós já comunicamos à Polícia Civil, que está na possibilidade de instaurar um inquérito para averiguar a situação”, disse o secretário.

Na semana passada, a prefeitura de Feira de Santana iniciou a distribuição de oito mil cestas básicas no município. O auxílio é entregue nas casas dos beneficiados, selecionados em função do perfil social, da existência de idosos na residência e da impossibilidade de garantirem o sustento por não terem nenhuma renda neste período.

Os Centros de Referência de Assistência Social de Feira funcionam de segunda a sexta-feira, mas é preciso agendar o atendimento por telefone.

“Os nossos cadastros de programas sociais continuam. O próprio cadastro do Bolsa Família cadastrou no último mês mais de cinco mil novos beneficiários. Entretanto, em nenhum momento, apesar da pandemia do coronavírus, isso fugirá dos equipamentos da Secretaria de Desenvolvimento Social. Ou seja, esses cadastramentos serão sempre feitos pelas equipes padronizadas da Secretaria. Portanto, fiquem atentos a esse tipo de golpe”, alertou o secretário interino de Desenvolvimento Social de Feira de Santana, Ícaro Ivvin.

Até a manhã desta quarta-feira (8), a Bahia havia registrado mais de 460 casos confirmados de coronavírus, com 14 mortes em decorrência da doença. (G1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui