Covid-19 e gripe: agências bancárias ainda são fechadas na Bahia por causa de surto de doenças

Brasília - Brasileiros aproveitam o sábado para sacar o FGTS inativo durante a segunda etapa do liberação do FGTS nas agências da Caixa Econômica (José Cruz/Agência Brasil)
Brasília - Brasileiros aproveitam o sábado para sacar o FGTS inativo durante a segunda etapa do liberação do FGTS nas agências da Caixa Econômica (José Cruz/Agência Brasil)

Agências bancárias seguem sendo fechadas na Bahia por causa dos surtos de Covid-19 e síndromes gripais. No total, conforme balanço do Sindicato dos Bancários da Bahia divulgado nesta quinta-feira (20), 40 tiveram as atividades suspensas durante esta terceira semana de janeiro.

Ainda de acordo com o sindicato, somente nesta quinta-feira, em Salvador, cinco agências foram fechadas. Por causa da alta contaminação, a entidade representativa denuncia negligência de bancos quanto aos protocolos sanitários de combate à Covid-19.

Na última semana, 50 agências chegaram a fechar as portas na Bahia após funcionários apresentarem sintomas gripais e/ou testarem positivo para a Covid-19.

Ainda segundo o sindicato, 800 agências brasileiras estavam sem funcionar nos últimos dias.

O sindicato cobrou medidas da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e uma denúncia foi feita junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT).

De acordo com o MPT, um inquérito foi aberto e o órgão irá apurar as informações. O g1 não conseguiu contato com a Febraban. (G1)