Delegado fala sobre os últimos crimes ocorridos em S. Antônio de Jesus

Foto: Voz da Bahia

Nesta terça feira (26) Dr. Adilson Bezerra, delegado titular da 4ª Coorpin em Santo Antônio de Jesus em uma entrevista à Rádio Clube FM falou sobre os últimos homicídios ocorridos em Santo Antônio de Jesus.

Dr. Adilson pontua que são mortes lamentáveis, contudo, são consequências ocorridas para quem entra no mundo do crime (veja aqui) ,“ infelizmente após um período de trégua, onde estávamos alguns meses sem nenhuma morte de pessoas envolvidas com tráfico de drogas, no último sábado (23) , pessoas ligadas a um determinado grupo criminoso ao qual já foram identificados, se deslocaram até a Rua dos Humildes e balearam um jovem que também era do mundo do crime, mas de outra facção (relembre), explica.

O delegado ainda esclarece que o crime ocorrido no domingo (24), foi um revide pela morte do que morava na Rua dos Humildes, “alguns colegas de Léo, que já foram identificados, foram até o bairro Beira Mar e balearam umas das pessoas que estavam comandado o tráfico naquela localidade (saiba mais), o qual se encontra internado no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, mas não corre risco de morte”, explicou.

Sobre os homicídios ocorridos na noite desta última segunda feira (25), Berezza aponta que também se tratou de uma reivindicação, “dois jovens ligados a primeira facção acabaram mortos na mesma noite em horários aproximados (veja aqui e aqui) ” diz o delegado que não descarta a hipótese de ter sido o mesmo criminoso de ambas as mortes.

Dr Adilson Bezerra revelou que já há diversas ações planejadas para o combate desses crimes no município, “já temos a autoria desses homicídios, as pessoas envolvidas e as motivações e já estamos com ações planejadas juntamente com a Policia Militar para os próximos dias no intuito de um combate firme e eficaz nessas situações. Eu sei que algumas pessoas falam que são eles contra eles, mas são vidas e não devemos deixar isso acontecer”, esclarece.

Dr. Adilson Bezerra aproveitou para esclarecer que o crime ocorrido na zona rural de Terra Seca não se trata de envolvimento com drogas, “o autor está foragido e estava vivendo um período de profunda depressão e acabou entrando em conflito com o próprio sobrinho tirando a vida dele com uma espingarda artesanal. A prisão dele já foi decretada e esperamos que seja efetuada (reveja)”, relatou.

Redação: Voz da Bahia