Dor de cabeça e corrimento nasal são sintomas associados à variante Delta

Foto: Getty Images/Via BBC

Dor de cabeça, dor de garganta e coriza são agora os sintomas mais comumente relatados por quem tem Covid-19 no Reino Unido, onde a variante Delta do novo coronavírus é predominante.

O professor Tim Spector, que dirige o estudo Zoe Covid Symptom, no Reino Unido, diz que essa cepa pode se parecer “mais como um resfriado forte” para os jovens.

Embora o infectados possam não se sentir muito doentes, podem ser contagiosos e colocar outras pessoas em risco. Qualquer pessoa com sintomas de Covid-19 é orientada a fazer um teste.

Segundo o NHS, serviço de saúde pública no Reino Unido, os sintomas clássicos são:

tosse;
febre;
perda de olfato e paladar.
Mas Spector diz que esses sintomas se tornaram menos comuns, com base nos dados que a equipe do Zoe tem recebido de milhares de pessoas que registraram seus sintomas em um aplicativo.

“Desde o início de maio, observamos os principais sintomas, e eles não são os mesmos”, diz ele.
A mudança parece estar ligada ao aumento da variante Delta, identificada pela primeira vez na Índia e agora responsável por 90% dos casos de covid no Reino Unido. Os primeiros casos no Brasil foram registrados no final de maio.

A febre permanece bastante comum, mas a perda do olfato não aparece mais entre os dez principais sintomas, diz Spector. “Essa variante parece estar funcionando de maneira um pouco diferente”, diz ele.

“As pessoas podem pensar que acabaram de pegar algum tipo de resfriado sazonal e ainda irem a festas. Elas podem espalhar o vírus para outras seis pessoas. Achamos que isso está alimentando grande parte do problema”, afirma Spector.
“A mensagem aqui é que, se você for jovem, terá sintomas mais leves de qualquer maneira. Pode parecer apenas um forte resfriado ou alguma sensação estranha, mas fique em casa e faça um teste.”

  • TAGS