Edi Carlos celebra estreia no time profissional do Vitória: ‘Muito feliz e confiante’

Foto: Pietro Carpi/ Vitória

Com contrato renovado com o Vitória até o fim de 2022, o lateral-direito Edi Carlos teve sua chance de estrear pelo time principal na última quarta-feira (28) no duelo contra o Vitória da Conquista pelo Campeonato Baiano, em que o Rubro-negro venceu por 2 a 0. Em entrevista ao programa BN na Bola, apresentado por Emídio Pinto, Ulisses Gama e Glauber Guerra, o jogador falou sobre seu primeiro jogo com o grupo e destacou que o Vitória precisa manter a postura para garantir a classificação.

“Estava muito ansioso esperando essa oportunidade de estrear pelo profissional. Estava esperando só a oportunidade e ela veio. Graças a Deus pude entrar bem, chegando na linha de fundo, tive uma chance de fazer o gol, mas acabei chutando para fora. Mas foi uma boa estreia e um bom primeiro jogo”, comentou Edi Carlos.

Cria da base do Leão, o lateral iniciou no clube aos 13 anos e subiu para o time principal através do técnico Rodrigo Chagas. Aos 21, ele destaca que se sente preparado e está na expectativa de continuar dando seu melhor à equipe.

“Todo jogador espera estar jogando, quanto mais jogar melhor. Estou muito feliz e confiante e pronto para quando o professor precisar, eu dar a resposta”, ressaltou.

Questionado sobre suas qualidades em campo, ele diz ser um lateral muito agudo, que gosta de partir para cima do adversário e de chegar no fundo, além de poder contribuir com bom cruzamento, bons passes e boa marcação.

Com a reta final do Campeonato Baiano, Edi Carlos pontuou que para garantir a classificação o Vitória precisa repetir a atuação que teve na partida contra o Bode. O resultado positivo da partida fez o Vitória subir na tabela e ficar mais próximo de se garantir na próxima etapa.

“Essa vitória deu um ânimo a mais para o nosso time. Estávamos precisando dessa resposta no Campeonato Baiano e agora só depende da gente. Temos mais dois jogos ainda, contra o Jacuipense, um confronto direto e a postura tem que ser a mesma que tivemos contra o Vitória da Conquista, iniciar fazendo dois gols em poucos minutos, postura agressiva, de ir pra cima e de querer participar”, finalizou o jogador.

Na quinta posição da tabela, o Rubro-negro tem apenas dois pontos a menos que o Bahia, na quarta colocação. O próximo jogo, contra o Jacuipense, acontece no domingo (2), às 16h, no Estádio Barradão, e é a chance do Vitória entrar no G4 antes da rodada final do Baiano. A partida contra o Leão do Sisal é válida pela quarta rodada atrasada do estadual. (BN)