Em meio à crise da saúde no Brasil, Bolsonaro volta a criticar a imprensa: ‘Para a mídia, o vírus sou eu’

Foto : Marcos Corrêa/PR/Flickr

Em meio à crise da saúde no Brasil, com número recorde de mortes por Covid-19 devido à falta de leitos e poucas vacinas, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar a imprensa: “Para a mídia, o vírus sou eu”.

Em vídeo divulgado hoje (3) por um canal simpático ao presidente, Bolsonaro aparece conversando com os apoiadores no jardim do Palácio da Alvorada e culpa os veículos de comunicação de aterrorizarem a população. Segundo ele, o problema é o pânico “criado” pela imprensa. “Que nem a política, de novo, de ‘fique em casa’. O pessoal vai morrer de fome, de depressão?”, disse. 

O Brasil registrou ontem (2) 1.726 mortes em decorrência do coronavírus – o maior número diário de vidas perdidas em toda a pandemia. A média de mortes já está há 41 dias acima de 1.000 e há quatro dias está em 1.274, a maior desde 2020.  (Metro1)