Em meio a imbróglio por herança, pais de Walewska dizem que viúvo da atleta a maltratava

Já chegou de eu estar levando eles para o aeroporto e ele xingar ela dentro do carro, comigo, e eu ficar chateado”

Os pais Walewska Oliveira, Aparecida e Geraldo, falaram pela primeira vez desde a morte da filha, em setembro. Em entrevista ao Fantástico, o casal revelou bastidores da relação da da atleta com o marido, Ricardo Mendes. Para a atração, eles afirmaram que o agora viúvo “maltratava” a campeã olímpica.

“Ele às vezes maltratava ela. Nós chegamos a assistir brigas dele com ela. Já chegou de eu estar levando eles para o aeroporto e ele xingar ela dentro do carro, comigo, e eu ficar chateado. Olhei para ele assim e ele parou de falar. Se o marido trata mal a mulher na frente dos pais, a gente pensa assim: e longe da gente, o que pode acontecer?”, disse Geraldo a reportagem do programa dominical veiculada em 03 de dezembro. 

Ricardo e Walewska eram casados há 20 anos. Antes de falecer, a jogadora teria descoberto uma traição do marido e um filho fruto de uma relação extraconjugal. A informação foi revelada em cartas deixadas pela campeã a familiares e amigos. 

O empresário não compareceu ao velório da esposa. Para o Fantástico, os pais de Walewska contaram que Ricardo afirmou que não iria por estar “abalado”.

“Infelizmente não vou. Estou abalado, não vou”, teria dito Ricardo aos sogros. 

Aparecida e Geraldo movem na justiça uma ação para que o ex-genro seja considerado “indigno” de receber a herança milionária deixada pela filha. A advogada da família de Walewska aponta que Ricardo Mendes trouxe “a público informações que mancharam a imagem da Walewska e atingiram a honra”.

“Essa é a razão pela qual a família está buscando que o Ricardo seja considerado indigno”, completa. 

Sobre o caso, Ricardo não gravou entrevista. Em nota, o empresário garantiu não haver qualquer tipo de abuso no casamento. 

“Cientes da existência de tristes e infundadas suspeitas de que poderia haver alguma abusividade no relacionamento, isso não poderia estar mais distante da realidade”, destaca.  

google news