Empada de Aratu de Terra Caída é declarada patrimônio cultural imaterial de Sergipe

Divulgação

Os deputados da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), por unanimidade, declararam a empada de Aratu, do povoado Terra Caída, no município de Indiaroba, patrimônio cultural imaterial do estado. O Projeto de Lei 277/2021, de autoria do deputado Iran Barbosa, foi aprovado nesta terça-feira (7) e segue para sanção do governador Belivaldo Chagas (PSD).

A iguaria, que é produzida há mais de 50 anos por Pascásio Custódio da Costa, de 85 anos, se tornou o prato mais atrativo do Restaurante Frutos do Mar, de sua propriedade, que funciona próximo à rampa de embarque para a balsa que faz a travessia do Rio Piauí.

O deputado Iran Barbosa (PT) afirmou: “Quem já teve a oportunidade de provar essa empadinha produzida pelo senhor Pascásio, reconhece logo que se trata de uma verdadeira maravilha gastronômica. Pela singularidade no seu modo de fazer, por seu sabor único e por sua identidade como um prato da culinária daquela comunidade pesqueira, compreendemos que é merecido o reconhecimento desta empada de aratu como um patrimônio da nossa cultura e que deve ser preservado e passado para as próximas gerações. Agradeço aos colegas parlamentares pela aprovação unânime dessa proposta”. (BN)