Ex-caseiro de Cid Moreira confirma agressão e maus tratos: ‘Ficava igual um bicho’

Foto: Reprodução / Instagram

Os filhos de Cid Moreira, Rodrigo e Roger, conseguiram uma nova testemunha para atestar as acusações de agressões e maus tratos feitas contra a madrasta, Maria de Fátima Sampaio Moreira.

Um ex-caseiro que trabalhou 26 anos para o comunicador, confirmou a versão dos filhos, que lutam na Justiça pela prisão preventiva de Fátima.

De acordo com o site ‘Notícias da TV’, o profissional teria trabalhado com o casal de 1991 a 2017, quando foi demitido por Cid sem justa causa. O caseiro recebeu uma pequena bonificação e decidiu não entrar na Justiça por consideração ao jornalista.

“[A comida] era horrível. (…) A comida sai da geladeira, esquenta, vai para a mesa, passa duas horas na mesa, depois volta para a geladeira. (…) O coitado ficava igual um bicho preso na jaula, porque ali [na casa] tem que botar aquelas grades. Senão, entra bicho toda hora dentro de casa. (…) Ela sumia, só chegava à noite. Dizia que ia ao salão, que estava fazendo esse negócio de ginástica que ela faz”, disse em depoimento.

O ex-funcionário se junta a uma outra testemunha dos irmãos Moreira, que acusa o irmão de Fátima de ter aplicado um golpe na sogra idosa, deixando a sem dinheiro.

A semelhança entre os casos fez com que o Ministério Público do Rio de Janeiro pedisse uma investigação da família Sampaio por formação de quadrilha.

Angelo Carbone, advogado dos irmãos exige que o testemunho seja apurado.

“O caseiro que trabalhou para Cid Moreira por 26 anos noticia que Fátima o pôs para fora, que a comida que ela dava ao Cid era muito ruim, que ela manipulava tudo, que ela assinava os contratos por ele. (…) O declarante está à disposição da Justiça para narrar os bens, veículos e valores que ela dá para amigos, parentes ou suas amizades, e que não para em casa”. (Bahia Notícias)