Ex-presidente da CBDA é internado em UTI no Rio de Janeiro com coronavírus

-
Foto: Divulgação / CBDA

O ex-presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes, está internado na UTI de um hospital na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Ele está com coronavírus e teve complicações na noite do último sábado (25) necessitando de remoção. Diabético e com outros problemas de saúde, ele foi sedado e permanecia em coma induzido na tarde deste domingo (26), dia em que completou 82 anos. À noite o teste para Covid-19 deu positivo e ele segue entubado e isolado.

“No momento Coaracy trava uma guerra ainda mais complexa. Na companhia de Deus, em uma cama de hospital, luta pela vida. Até mesmo sua família não pode estar com ele no momento, por razões de confinamento no CTI. Fique com Deus, Coará. Que você consiga, como sempre, vencer mais essa!”, escreveu Ricardo de Moura, ex-diretor da CBDA no Facebook.

Nascido em Belém, no Pará, Coaracy Nunes foi o homem-forte dos esportes aquáticos no Brasil entre 1988 e 2017. Ele fez carreira de advogado no Rio de Janeiro e teve cargos importantes no Fluminense, sendo diretor de esportes olímpicos, e na federação de esportes aquáticos carioca, antes de chegar no comando da natação brasileira em 88 e foi reeleito seis vezes. Durante os seus mandatos, o Brasil conquistou dez medalhas em Jogos Olímpicos. Em 2016, o Ministério Público de São Paulo investigou o desvio de verbas na CBDA e Coaracy foi afastado da confederação. A Polícia Federal deflagrou uma operação contra ele e outros três dirigentes, que foram presos em 2017. Todos foram soltos cerca de dois meses depois com habeas corpus. Eles negaram as acusações. Nunes respondia em liberdade a um recurso de condenação em primeira instância de um dos processos expedido em outubro do ano passado. (BN)