Faculdades convocam alunos de Medicina na Bahia para atuar contra coronavírus

-
Foto: Reprodução

Estudantes de Medicina da Bahia, que estejam cursando o 5º ou 6º ano, estão sendo convocados para uma força-tarefa contra o novo coronavírus. A proposta do plano de ação é criar uma central de saúde, via web-telefônica, para atuar na triagem de casos de suspeita de Covid-19 e orientar a população de Salvador no combate à doença.

A iniciativa será coordenada por equipes da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da Universidade Federal da Bahia (Ufba), e contará com a colaboração de universidades públicas e privadas do estado, como a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Universidade Do Estado Da Bahia (Uneb), Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e UniFTC. Haverá ainda integração com as secretarias de Saúde dos municípios baianos

Com ligações gratuitas, o projeto terá dureção prevista de até quatro meses e tem como objetivo reduzir o deslocamento desnecessário de pessoas que suspeitam estar com Codiv-19 para unidades de atendimento de saúde, o que deve reduzir a possibilidade de contaminação com outras pessoas. A expectativa é que ocorram 1.440 atendimentos por dia.  

Os alunos que prestarão atendimento atuarão em três turnos de quatro horas, durante 12 horas por dia, e farão serviços de triagem para classificar os casos, indicar a gravidade e fazer as orientações necessárias. Os casos mais graves serão encaminhados para unidades de saúde e receberão atendimento presencial de profissionais da área

Todo o projeto será supervisionado por residentes ou médicos. Para participar, é necessário preencher um formulário e cumprir os requisitos de ser estudante de Medicina, estar no 5º ou 6º ano do curso, ter disponibilidade para atuar por quatro horas diárias e estar vinculado a uma instituição de ensino.

Todos os selecionados para o trabalho voluntário passarão por treinamento orientado por médicos professores da Ufba e Fiocruz. Cada grupo de atendimento será formado por um supervisor médico e 20 estudantes (CORREIO).  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui