Feliz por estreia, Marcelinho elogia elenco do Vitória e compara a nível europeu

-
Foto: TV Vitoria

Estreando com o pé direito, ou melhor, com a esquerda de Thiago Carleto, autor do gol que deu o triunfo ao Vitória na estreia da Série B, no sábado, 8, o elenco do Leão realizou seu último treino coletivo antes de encarar o Figueirense, nesta terça-feira, 11, em confronto válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro da segunda divisão.

Feliz pela estreia, o meio-campo Marcelinho, recém-chegado ao clube, analisou o seu desempenho diante da equipe do Sampaio Corrêa e também falou sobre sua readaptação ao futebol brasileiro após quase uma década jogando na Europa.

“Estrear com vitória é sempre bom. Individualmente, acredito que fiz um bom primeiro tempo, assim como toda a equipe. No segundo tempo, assim como a equipe, fiquei devendo. Não é bem essa palavra (devendo), mas a gente podia jogar mais, têm várias outras questões que eu não gosto de falar, porque senão entra como desculpa”, disse o meia.

Elogiando a qualidade do elenco Rubro-Negro, o atleta disse, durante coletiva no CT Manoel Pontes Tanajura, não ter sentido muita diferença do futebol apresentado pelo clube em comparação ao seu ex-time, o Ludogoretes-BUL.

“Eu jogava em uma equipe muito técnica, e o Vitória, a gente viu pelo primeiro tempo, tem jogadores inteligentes, que se apresentam para jogar, não têm medo de jogar. Então, eu confesso que não senti tanta diferença, porque a equipe é de qualidade, como era lá. Com muita tranquilidade com a bola no pé, com jogadores de inteligência sempre se apresentando”, avalia Marcelinho.

“A gente têm que evoluir em algumas partes, porque aqui não é Europa, tem muita diferença, entre Série B e Europa, mas em termos técnicos e de qualidade de equipe, eu não estou sentido, porque tem muita qualidade como tinha minha equipe na Europa”, completou.

Na quinta posição, o Leão terá dois jogos fora de casa pelo Brasileirão da Série B. Nesta terça-feira, 11, o Leão vai a Florianopólis enfrentar a equipe do Figueirense, que perdeu na estreia para o Operário-PR, por 3 a 1. Já na próxima sexta-feira, o Rubro-Negro encara a Ponte Preta, em São Paulo. (A Tarde)