Guto admite fraquezas do Bahia após empate com Cuiabá: ‘Temos que melhorar’

Guto Ferreira, técnico do Bahia, durante partida contra o Cuiabá (Felipe Oliveira/EC Bahia)

As palavras do técnico Guto Ferreira após o empate em 0x0 com o Cuiabá (relembre aqui), neste domingo (21), na Fonte Nova, refletem a situação do Bahia no Brasileirão. Na entrevista coletiva pós-jogo, foi em torno dos verbos reagir e melhorar que ele analisou a atuação do time. O tricolor segue na zona de rebaixamento, em 17º lugar, com 37 pontos, dois a menos que o Juventude.

“A gente está buscando reagir. Talvez se tivesse vencido por 1×0, até tivemos oportunidades, talvez a gente tivesse analisando que o Bahia se entregou muito e conseguiu a vitória apesar disso. Então todo o foco, o que direciona é o resultado, e vocês estão certos. Eu não estou discutindo, não. A gente precisa vencer”, comentou Guto inicialmente.

Na sequência, o treinador aprofundou a explicação ao ser questionado sobre o motivo das atuações tão distintas nos dois tempos da partida. “É que o futebol tem 90 minutos e o intervalo serve para ajustes. No primeiro tempo, aquela ansiedade de tentar o resultado fez que a gente se desorganizasse demais e o time do Cuiabá soube jogar na nossa desorganização. Nós voltamos mais ajustados para o segundo tempo, conseguimos trabalhar mais a bola, empurrar mais o Cuiabá. Infelizmente a gente não conseguiu entrar”, analisou, reconhecendo também que “levantamos bola demais na área, mas não conseguimos levantar como passe”.

Essa citada ansiedade é, na visão do treinador, o que tem feito o time cair de rendimento. São duas derrotas, um empate e nenhum gol marcado nos últimos três jogos.

“Nós temos que melhorar. Eu posso falar pelos últimos nove jogos e nós marcamos sete gols. Não é o ideal, a gente tinha que ter marcado pelo menos um gol por jogo. Mas também houve uma melhora significativa na defesa, onde nós tomamos gol em três jogos só”, ponderou. “E nesses três jogos, o Flamengo (3×0) ficou fora da curva, que foi o pênalti vocês sabem como e na sequência teve a expulsão que desarrumou nossa equipe”.

As outras partidas em que o time sofreu gol sob comando de Guto Ferreira foram contra Sport (1×0) e Ceará (1×1). Na próxima rodada o adversário é o Grêmio, sexta-feira (26), às 19h, na Fonte Nova.