Homem executado com 11 tiros respondia por acidente que matou ciclista em Feira de Santana

Foto: Divulgação

Uma nova informação da polícia sobre a morte de Murilo Brandão de Carvalho, 34 anos, assassinado com 11 tiros, na tarde desta quarta-feira, 20, pode ajudar as autoridades a elucidar o caso, ocorrido no bairro Sobradinho, em Feira de Santana, a 116 km de Salvador.

De acordo o coordenador regional de Polícia Civil, o delegado Roberto Leal, a vítima do homicídio, respondia a um processo, na 1ª Delegacia de Polícia Civil pela morte de um ciclista, no dia 6 de dezembro de 2020. Segundo o documento, Murilo atropelou e fugiu sem prestar socorro a Aurelino Fernandes Barbosa Filho de 50 anos, que morreu no dia seguinte em um hospital particular.

A morte com traços de execução, devido as características do crime pode sinalizar um ato de vingança, que será investigado pelas autoridades, segundo o gestor da PC, que também garantiu o fim do processo com a morte do acusado. Com informações do Acorda Cidade.

“O estado não tem mais interesse em prosseguir já que o autor veio a óbito. Ele respondia por homicídio culposo no trânsito. Vamos agora prosseguir com as investigações em relação ao homicídio em que a vítima foi Murilo”, afirmou. (A Tarde)