Hospital Geral Ernesto Simões deixará de atender Covid-19 e retorna para regulação

-
Nova emergência do Hospital Geral Ernesto SimõesFoto: Carol Garcia/GOVBA

A partir desta semana, o Hospital Geral Ernesto Simões Filho (HGESF) deixará de atender pacientes que necessitem de internação com diagnóstico positivo para o coronavírus. Convertido em março para o atendimento exclusivo de casos graves da Covid-19, a unidade voltará a atender pacientes da regulação com os mais diversos problemas de saúde.

Durante Papo Correria desta terça-feira (15), o governador Rui Costa ainda anunciou que os leitos criados durante a pandemia na unidade serão mantidos para o atendimento de outras enfermidades. “Vamos devolver todo o hospital para a rede de emergência. Serão 29 novos leitos de UTI que atendiam Covid-19, que vão se juntar a outros 20 leitos de UTI pré-existentes, além dos leitos de enfermaria”, narrou o governador.

FONTE NOVA
Outro hospital que terá baixas no número de leitos para o tratamento da Covid-19 é a estrutura de campanha montada no estacionamento do Estádio Fonte Nova. Vinte leitos serão hibernados, devido a redução da demanda de internações pela doença.

A Bahia registrou no último período diário 718 novos casos da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Já o número de mortes contabilizadas no período é de 38. Os dados correspondem ao boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) nesta segunda-feira (14).

OUTRAS DESATIVAÇÕES
Os 20 leitos de UTI dedicados a Covid-19 no Hospital Alayde Costa também serão desativados. O local voltará a atender pacientes com doenças renais, que atualmente estão sobrecarregando o atendimento no Hospital Roberto Santos, disse Rui. (BN)