Huck diz que entrada na política é “convocação geracional” e nega projeto de poder

0
62
-

O apresentador Luciano Huck, cotado para disputar à Presidência em 2022, afirmou que sua entrada na política se deve a uma “convocação geracional”, e negou um projeto de poder, durante um evento do jornal O Estado de S. Paulo. 

Huck disse que, em razão de sua profissão, conheceu o “Brasil profundo” e não consegue “passar pelo problema e não me sentir parte dele”. Ele reforçou a desigualdade em que o país vive e salientou que se nada for feito o problema vai se perpetuar.

O apresentador disse que seu papel na política “é qualificar as ideias”. “Para onde o país está indo além da polarização?”, questionou. Apesar de saber que o empresariado pode contribuir para melhorar o Brasil, “quem tem o poder de mexer o ponteiro da desigualdade é o Estado”.

(Bocão News)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui