Ibovespa fecha em queda acompanhando Wall Street; dólar recua

Foto: Pixabay

O dólar fechou em queda de 0,38%, a R$ 5,351

O principal índice da bolsa de valores brasileira (B3) encerrou esta terça-feira (26) em baixa de 0,50%, aos 99.772 pontos, seguindo o desempenho das bolsas no exterior. O dólar fechou em queda de 0,38%, a R$ 5,351.

As maiores altas, as ações da JBS , em alta de 2,97%, seguida do IRB , com ganhos de 1,59% e da Petrobras (PETR3) , que subiu 1,44%.

Já as maiores quedas, as ações das companhias ligadas ao varejo e ao mercado interno. Qualicorp despencando 8,10%, as da Magazine Luiza, 6,45%, e as da Via , 6,35%.

No cenário global, os investidores esperam os resultados dos balanços financeiros das companhias de tecnologia e consumo, além de repercutir a reunião do comitê monetário do Federal Reserve (Fed, Banco Central americano) que começou nesta terça.

Nos Estados Unidos, as bolsas em Wall Street caíram puxadas pelo setor de varejo com queda de projeção do Walmart. O Dow Jones fechou em leve queda de 0,72%. Já o S&P 500 e Nasdaq encerraram com baixa de, respectivamente, 1,16% e 1,87%.

No Brasil, o mercado direcionou as atenções ainda no IPCA-15, que despencou em julho. Além disso, as ações ligadas às commodities, principalmente a Vale e Petrobras, tiveram bons resultados com a alta dos preços do minério de ferro e do petróleo.

Os preços do minério de ferro registraram nesta terça as máximas de duas semanas. O contrato, para entrega em setembro, na Dalian Commodity Exchange da China fechou em alta de 5,6%, a 748,50 iuanes (US$ 110,81) a tonelada. Já na bolsa de Cingapura, o contrato do minério de ferro para agosto avançou 5,7%, para US$ 111,40 a tonelada.

Sobre os contratos futuros de petróleo, encerraram em queda. Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do WTI para setembro recuou de 1,78%, ou US$ 1,72, a US$ 94,98, enquanto o do Brent para outubro desvalorizou 0,73%, ou US$ 0,73, a US$ 99,46, na Intercontinental Exchange (ICE). (bahia.ba)