Irmãos morrem após tomarem soda cáustica em Santo Amaro

Uma tragédia com dois irmãos abalou a cidade de Santo Amaro, região do Recôncavo do estado. Dois irmãos, um menino de 3 anos e uma adolescente 13 anos, morreram após ingerirem soda cáustica nesta segunda-feira (6).

Segundo moradores, o garoto teria confundido o ácido – usado costumeiramente para limpeza de vaso sanitário – com refrigerante. A irmã, que havia deixado o produto sobre à mesa, se sentiu culpada e bebeu a substância. 

Ambos chegaram a ser socorridos, mas não resistiram. Uma das vítimas, Maria Yasmim de Souza dos Santos, era aluna do 7° ano do Centro Educacional Municipal Edivaldo Machado Boaventura. A instituição de ensino divulgou uma nota de pesar. 

O fato aconteceu no centro da cidade, quando a mãe e os dois filhos estavam sozinhos em casa.  Segundo o coordenador da 3° Corrpin (Santo Amaro), delegado Rafael Almeida de Oliveira, a mãe dos irmãos, que não teve os nome revelado, comprou a substância para limpeza do vaso sanitário. “Ela pediu para a menina colocar debaixo da pia, mas colocou em cima da mesa. Então, o menino teve acesso ao produto e começou a beber”, contou ele. 

O garoto foi socorrido pelos vizinhos para o hospital, mas não resistiu. “A menina  de 13 anos se sentiu culpada e bebeu também a substância. Acho que não aguentou o sofrimento do irmão. Ela também foi levada ao hospital e não sobreviveu”, relatou o delegado. 

De acordo ele, o inquérito vai apurar a responsabilidade da mãe. ” O inquérito vai apurar a culpabilidade do responsável pela guarda dessas crianças, se houve ou não negligência. Quando ocorre um caso dano desses, que se reverte para a autoria, como a perda de dois filhos, a legislação aí não se aplica pena, porque entende-se que a mãe já foi penalizada com as mortes dos filhos. Mas isso é no decorrer da investigação. Ela (mãe) será indiciada, mas quem vai decidir a culpabilidade é o juiz.”, explicou o delegado sem dar mais detalhes sobre o caso. (Correio)