Justiça revoga prisão domiciliar de Roger Abdelmassih

0
110
-
Agência Lusa/Senad

A Justiça de São Paulo revogou a prisão domiciliar do médico Roger Abdelmassih, nesta quinta-feira (17). Condenado a 173 anos, seis meses e 18 dias de prisão, ele voltará a cumprir pena de prisão em regime fechado. Segundo o G1, a decisão é da juíza Andreia Brandão, da 3ª Vara de Execuções Criminais de São Paulo.

Abdelmassih é acusado de abuso sexual de suas pacientes em uma clínica de reprodução. A decisão é da juíza Andreia Brandão, da 3ª Vara de Execuções Criminais de São Paulo.

- Anúncio -

O médico tinha sido autorizado a se tratar de um problema de saúde em casa. Porém, uma nova perícia mostrou que ele pode fazer um tratamento médico ambulatorial na prisão.

Na decisão, a juíza diz que Abdelmassih tem condições de retornar à prisão e pode ser levado a qualquer momento para um presídio, onde permanecerá em regime fechado cumprindo a pena. (BNews)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui