Lutador do AEW Brodie Lee morre aos 41 anos

O lutador Brodie Lee (Foto: Reprodução/Instagram)

Morreu, neste sábado (26), aos 41 anos de idade, o lutador profissional do AEW (All Elite Wrestling) Jon Huber, mais conhecido como Brodie Lee. A informação foi revelada pela própria AEW no Twitter oficial da liga. A mulher de Brodie, Amanda Huber, disse que o marido morreu de uma doença pulmonarnão especificada, mas ela negou que ele tenha sido vítima da Covid-19.

“A família All Elite Wrestling está de coração partido. Em uma indústria repleta de boas pessoas, Jon Huber era excepcionalmente respeitado e amado em todos os sentidos – um talento feroz e cativante, um mentor atencioso e simplesmente uma alma muito gentil que contradizia totalmente sua personalidade como Sr. Brodie Lee”, começava o comunicado.

“O amor de Jon por sua esposa Amanda e pelos filhos Brodie e Nolan foi evidente para todos nós que tivemos a sorte de passar um tempo com ele, e enviamos nosso amor e apoio a sua linda família, hoje e sempre. A popularidade de Jon entre seus colegas e a influência no mundo da luta foi mundial e transcendeu a AEW, então essa perda será sentida por muitos por muito tempo. Tivemos o privilégio de chamar Jon Huber de irmão, amigo e um dos nossos”, ainda dizia o anúncio.

Em seu Twitter, Amanda deu um emocionante depoimento sobre a morte do marido, com quem teve dois filhos. “Meu melhor amigo morreu hoje. Nunca quis escrever essas palavras. Meu coração está partido. O mundo o via como o incrível @brodielee (fka Luke Harper), mas ele era meu melhor amigo, meu marido e o melhor pai que você conheceria. Palavras não podem expressar o amor que sinto ou o quanto estou despedaçada agora. Ele faleceu cercado de entes queridos depois de uma dura batalha contra um problema pulmonar não relacionado à Covid”, escreveu Amanda, que teve dois filhos com o lutador: Brodie, 8, e Nolan, 3. (Quem)