Mata de São João: Lei torna professores grupo prioritário na vacinação contra Covid-19

Foto: Divulgação

A cidade de Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), reconheceu nesta quarta-feira (14) os professores e demais profissionais que atuam na educação como grupo prioritário na vacinação para a Covid-19. Com a aprovação do Projeto de Lei 024/21, estes profissionais passam a integrar o terceiro grupo prioritário, próximo a ser vacinado.  

O  PL, aprovado por oito votos à cinco, reconheceu a educação presencial como serviço essencial no município. Com a medida, os professores passaram a integram o grupo 3, que engloba pessoas com comorbidades como, por exemplo, diabetes mellitus e hipertensão.

De autoria dos vereadores Neném de Dadinho, Jiló, Jair Bispo, Marcus Theófilo, Elinaldo Santana, Dadau, Simone Prado e Tiago de Zezo, a nova lei foi sancionada na manhã desta quarta pelo prefeito João Gualberto (PSDB).

Para Gualberto, a ausência dos alunos nas salas de aula tem causado prejuízos para a educação e para a crianças. “Temos que fazer de tudo pela volta da normalidade no ensino”, disse. 


O presidente da Câmara de Vereadores de Mata de São João, Neném de Dadinho, também celebrou a aprovação da PL 024/2001. Para ele, o reconhecimento das atividades educacionais como essenciais e a priorização na vacinação dos professores são fundamentais para a volta da normalidade na educação. (Bahia Notícias)