MEC corta pela metade orçamento da Capes

0
78
-
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) diminuiu pela metade o orçamento da Capes, responsável pela maior parte das bolsas de mestrado e doutorado no Brasil, de acordo com o Estadão. 

Apenas R$ 2,2 bilhões foram direcionados para o ano de 2020, comparados com os R$ 4,3 bilhões previstos neste ano. 

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirma que a medida foi necessária para garantir que as universidades federais tenham quase o mesmo montante de recursos destinados em 2019. 

“Quase tudo vai ficar igual ou melhor. O único lugar que teremos de apertar e vai aparecer número ruim será na Capes. Vai sair o número, o pessoal vai gritar, mas será resolvido”, minimizou.

O valor projetado para 2020 é insuficiente para manter até mesmo bolsas em andamento. Weintraub fala que o ministério busca uma forma de evitar que bolsistas fiquem sem pagamento, mas não antecipou a possível solução. 

Weintraub ainda acredita que, até o fim do ano, será possível liberar para as universidades quase todo o bloqueio do orçamento de 2019, para chegar a desembolsos próximos a R$ 21 bilhões. No entanto, parte do previsto no orçamento deste ano não será realizado.

“Estamos mandando para o ano que vem os mesmos R$ 21 bilhões. Mas, salvo uma hecatombe nuclear, já estaremos tranquilos com a receita. Está acima de 95% a chance de não haver qualquer contingenciamento em 2020. As universidades poderão trabalhar realmente com esses valores do orçamento”, declarou o ministro. (Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui