MP do Médicos pelo Brasil pode perder validade se não for votada em 2 dias

-Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A medida provisória que prevê o Médicos pelo Brasil, programa que substitui o Mais Médicos, corre o risco de caducar se não for votada pela Câmara e pelo Senado até quinta-feira (28).

Só com a aprovação do texto o governo vai lançar o edital do programa, idealizado para substituir o Mais Médicos. Com sessões do Congresso Nacional nesta terça e na quarta, a agenda está apertada. Nesta terça-feira (26), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, esteve no Congresso para tentar costurar um acordo.

O líder do governo no Congresso, Eduardo Gomes (MDB-TO), trabalha para validar um acordo que vote a medida nesta terça (26) na Câmara e na quarta (27) no Senado. (Bahia.Ba)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui