‘Nunca imaginei isso’, diz baiana Ana Marcela ao conquistar o ouro e bater recorde de medalhas

0
99
-
Foto: Getty Images / Divulgacao via Fina

A nadadora Ana Marcela Cunha conquistou nesta terça-feira (16), no horário de Brasília, a medalha de ouro dos 5 km no Mundial de esportes aquáticos, disputado em Gwangju, na Coreia do Sul. Ela completou a prova em 57min56s. É a décima medalha da baiana que se tornou a maior medalhista da história das águas abertas. Ela deixou para trás a holandesa Edith Van Dijk.

“Estou muito feliz, nunca imaginei isso, eu só queria ganhar, poder dar meu melhor. E é isso que eu faço quando caio na água. Dez medalhas, eu me sinto normal, continuo sendo a mesma Ana Marcela que disputou o primeiro Mundial, lá em 2006, com 14 anos. É um currículo e tanto, é um orgulho, mas nada altera minha cabeça”, disse.

Para ser campeã, Ana Marcela superou a francesa Aurelie Muller, que ficou com a medalha de prata. Enquanto a americana Hanna Moore e a alemã Leonie Beck ficaram empatadas com o bronze. Vale destacar que essa prova dos 5 km não é disputada na Olimpíada.

Na história do Mundial, Ana Marcela tinha três ouros, conquistados nos 25 km em 2011, 2015 e 2017, duas pratas, nos 10 km em 2013 e por equipes em 2015, e quatro bronzes nos 5 km em 2013 e 2017, nos 10 km em 2015 e 2017. Além dessas nove medalhas, ela ainda tem um bronze no Campeonato Mundial apenas de águas abertas de 2010 disputado no Canadá. Essa competição já foi extinta e teve seis edições entre 2000 e 2010.

Ana Marcela volta a cair na água nesta quarta (17), às 20h no horário de Brasília na prova por equipes. Na quinta (18), no mesmo horário, ela também disputa os 25 km. (Bahia Noticias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui