Operação da Polícia Civil localiza celulares com detentos suspeitos de tráfico e homicídios no Complexo da Mata Escura

-

Suspeitos de tráfico de drogas, homicídios, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de menores são alvos de uma Operação Franciscano, deflagrada por equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), na manhã desta quinta-feira (26), na Bahia. Com apoio do Grupo de Segurança Institucional (GSI) da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), os agentes localizaram celulares com os alvos de busca e apreensão no Complexo Penitenciário de Mata Escura, em Salvador.

Um dos alvos da operação foi preso em 2015, em São Paulo. Apontado como líder da facção, ele tem participação em roubos contra instituições financeiras.

Até às 7h30, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) informou que oito mandados de prisão já haviam sido cumpridos em Salvador e São Francisco do Conde. Os alvos são definidos como lideranças e integrantes de duas facções que disputam pontos de venda de drogas.

Desse total, três ordens judiciais foram para detentos custodiados no Complexo Penitenciário de Mata Escura, na capital baiana, e os outros cincos foram cumpridos na cidade de São Francisco do Conde, município da Região Metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com a pasta, em um dos locais, um foragido da Justiça disparou com arma de fogo contra os policiais e acabou ferido no revide. Ele foi socorrido para uma unidade de saúde de São Francisco do Conde.

Enquanto isso, a operação continua com cerca de 165 policiais militares, civis e penais nas ruas. Eles cumprem ordens judiciais também em Feira de Santana. (Bahia Notícias)